Revista Encontros Edição 112

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Vergalhão de dois metros cai, atravessa crânio e operário sobrevive no Rio


Um vergalhão de aço de 2 m de comprimento e uma polegada de espessura atravessou o crânio de um operário na zona sul do Rio de Janeiro na última quarta-feira (15) e ele sobreviveu. O rapaz chegou ao hospital consciente e falando com os médicos. Apesar de ter o cérebro atravessado pelo objeto, o operário não terá sequelas, segundo os médicos.

Segundo a equipe que atendeu o rapaz,  se ele fosse atingido mais 3 cm para a direita do crânio, ficaria sem os movimentos do lado esquerdo do cérebro. 
De acordo com a neurocirurgiã Gianne Lucchesi, diretora clínica de cirurgia do Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, na zona sul, o rapaz estava trabalhando com capacete quando foi atingido pelo vergalhão, que caiu do quinto andar do local onde ele trabalhava. O objeto foi retirado em uma cirurgia. 

— O vergalhão foi puxado pela parte da frente da cabeça. O objeto atingiu a parte parietal alta frontal. O ferimento foi limpo, a face reconstruída e ele está bem. Já está conversando e deve ficar no CTI [Centro de Tratamento Intensivo] por mais 24 ou 48 horas.
 

A cena da chegada do operário ao hospital foi inusitada, já que, apesar do aspecto, o rapaz estava falando. Gianne diz que a equipe está feliz pelo resultado da operação.
 

— Esse tipo de lesão é rara. Nunca vi algo parecido por aqui. Ele chegou acordado e falando, quando vemos isso já significa um bom prognóstico. É muito gratificante o resultado.
 

A identidade do operário não foi revelada pelo hospital.

Fonte:R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário